=>Carpe diem quam minimum credula postero

Quinta-feira, 18 de Janeiro de 2007

Enfermeira de abortos

Publicado no jornal Correio da manha esta entervista a uma enfermeira de abortos:
 
C., enfermeira, faz abortos clandestinos “há uns anos”, por questões monetárias. Leva entre 400 e 450 euros por cada um. Metade é lucro.

Correio da Manhã – Há quanto tempo faz abortos clandestinos?

Enfermeira C. – Há uns anos.

– Por que o faz?

– Não escondo que é por questões monetárias, mas não só: é uma ajuda que alguém tem de prestar. As pessoas precisam, é uma necessidade.

– Quanto leva por cada aborto?

– Entre 400 a 450 euros.

– Qual a percentagem de lucro?

– Sensivelmente metade, cerca de 200 euros. Gasta-se muito...

– Em quê?

– A anestesia é caríssima e não se vende nas farmácias. Vem de Espanha, adquire-se no mercado paralelo, ou seja, fica mais cara ainda. Anda na casa dos 50 euros. Depois há uma vacina, a Rogan, que tem de ser administrada no caso de a interrupção ser feita em sangue negativo. Se essa vacina não for tomada, os futuros filhos podem ter problemas. Essa vacina ronda, também, os 50 euros. Finalmente, os custos inerentes ao sítio onde se pratica.

– É fácil arranjar sítio?

– Nada fácil. Temos de comprar uma casa. Ninguém aluga uma casa para fazer abortos. Compramos uma casa e adaptamo-la. E temos de pagar a uma empregada, que não ganha o mesmo que uma empregada normal. Corre riscos, tem de ser paga acima da média.

– Quantas pessoas fazem o aborto?

– Duas pessoas.

– E a compra de material?

– É adquirido em serviços de venda de material hospitalar.

– Como é a casa onde faz os abortos?

– Tem uma sala, um quarto e um compartimento mais pequeno. A sala é de espera, o compartimento mais pequeno para fazer o aborto. O quarto é para a paciente descansar.

– O local requer condições de higiene especiais?

– Sem dúvida, mas a minha experiência em hospitais deu-me conhecimentos nessa matéria. O material tem de ser muito bem esterilizado e o local desinfectado. Nada é utilizado sem primeiro ter passado pelos 280 graus.

– Quem acompanha a parturiente?

– Há de tudo: umas vezes vêm sozinhas, outras com o pai, a mãe, o marido, o companheiro, depende.

– Quantos abortos faz actualmente?

Talvez uma média de um por dia, cinco por semana. Hoje fazem-se muito poucos.

– Até hoje houve algum que lhe correu mal?

– Nunca.

– O que faz ao que é retirado?

Vai para a sanita. Aquilo é uma pinguinha de sangue...

– Quem são as suas pacientes?

– Aparece de tudo, mas nos últimos anos a faixa etária mudou. Antes havia imensas jovens, hoje são mulheres a partir dos 30 anos. As pessoas estão muito ilucidadas, muito conscientes acerca dos efeitos da pílula conjugados com o tabaco. Faz muito mal e pode conduzir a problemas cardiovasculares. Receosas, deixam de tomar e acabam por engravidar.

– Quanto tempo demora a fazer um aborto?

– No máximo dez minutos.

– Que técnica utiliza?

– A aspiração.

– Antes não era esse o método.

– Não, era a raspagem. Mas eu sempre fiz através da aspiração. O meu aparelho veio da China. Há 15 anos que tenho aspirador.

– Pede sempre ecografia?

– Recomendo sempre. Não temos Raios X nos olhos. Se a pessoa não leva é com ela.

– A anestesia é geral?

– Depende. Há quem queira e quem não queira. Eu não acho que seja necessário.

– Até que altura faz abortos?

– Até às dez semanas. Mais do que isso não. Mas há quem faça para além desse tempo.

– Porque não faz até mais tarde?

– Por uma questão de consciência. A partir das dez semanas um feto entra em sofrimento e não se deve fazer.

– A recuperação da pessoa é rápida?

– Meia hora. Depois vai pa-ra casa.

– Faz algum acompanhamento posterior?

– Recomendo sempre que se faça uma ecografia após o aborto. Se houver algum problema estou comunicável dia e noite.

– E ligam muito?

– Sim, por qualquer coisinha. Mesmo que tenham uma dor de dentes...

– E se as coisas se complicarem?

– Temos um médico que trabalha connosco que acompanha a situação.

– A pílula do dia seguinte e a pílula abortiva fizeram diminuir os abortos?

– A pílula do dia seguinte não dá nada e a abortiva ‘não existe’. O que resolve é o Cytotec. Os abortos diminuíram para um décimo com a entrada no mercado deste medicamento. Não há ninguém que vá a uma parteira sem primeiro ter tentado o Cytotec.

– E resulta?

– Em 80 por cento dos casos resulta. E resulta com qualquer tempo. A venda é mais ou menos livre...

– O aborto provocado pelo Cytotec é diferente?

– Muito diferente. O Cytotec dá muita hemorragia e dores de ‘morte’. Além de que, regra geral, não invalida uma ida ao hospital para limpar. É muito perigoso.

– Se o referendo der ‘sim’ admite abrir uma clínica?

- Sim, superlegal.
 
QUAIS OS MOTIVOS QUE LEVARAM À DECISÃO DE ABORTAR?

Era muito jovem: 17,8%

As condições económicas não o permitiam: 14,1%

Por não desejar ter filhos: 13,2%

Tinha tido um filho à pouco tempo: 10,4%

Companheiro rejeitou gravidez: 9,4%

Instabilidade conjugal: 9,1%

Pressões familiares: 8%

Problemas de saúde: 4,2%

Malformações do feto: 3,3%

Já não tinha idade para ter filhos: 2,6%

Outro motivo: 8,1%
tags: , ,

by pdivulg às 00:30
link do post | favorito
De vania a 12 de Outubro de 2011 às 13:47
ola, estou de mais de 10 semanas e quero abortar pod dar m o contacto de quem ainda o faça? agradecia mesmo muito pois é muito urgente mesmo sabendo que é arriscado nao quero nem posso manter esta gravidez por isso agradecia imenso mesmo. obrigad


De maria a 20 de Junho de 2012 às 19:11
Conseguiste ajuda? Entra em contato comigo. urgente.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Uau Isto ainda funciona.....

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=>arquivos

=> Novembro 2019

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim


=> Perfil

=> seguir perfil

. 6 seguidores

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

SAPO Blogs

=>subscrever feeds