=>Carpe diem quam minimum credula postero

Terça-feira, 10 de Outubro de 2006

Semeadores de paz

Recebi por Email este mapa de uma visão americana do mundo. A brincar se dizem coisas sérias. Vejam a zona da África (zona vazia...) Vejam a zona da Coreia... A propósito da Coreia, o que andam eles a preparar com este teste nuclear?... Certamente que não se trata de paz...
 
 Precisa-se com URGÊNCIA de semeadores de paz!!!
Sinto-me: ...

Domingo, 8 de Outubro de 2006

Uma questão de crise

Foto Sérgio Rodrigues.
 
No passado fim de semana estive no encontro diocesano de catequistas em Leiria para o relançamento das actividades a nível diocesano, que começaram hoje na minha comunidade. Desse encontro retenho esta frase:
 
A crise de vocações é uma crise de Fé” 
António Marto (Bispo de Leiria-Fátima)
 
De facto existe uma crise generalizada tanto em vocações, como nos serviços de leigos. Vivemos numa sociedade onde o comodismo é grande, aliás muitos são os pais que põem os filhos na catequese e poucos são aqueles que ajudam, talvez não entendem que é um serviço comunitário. Daí eu subscrever aquela frase, porque ser Cristão é ser para os outros, seja em serviços de ajuda aos que mais necessitam como neste caso na catequese. Aliás arrisco-me a dizer que ser catequista é a maneira mais fácil de desempenhar esse papel de “ser para os outros”.
 Todos São bem vindos!
 
Boa semana!
Sinto-me: Com coragem

Sexta-feira, 6 de Outubro de 2006

Seremos restolho?

Quando era mais novo, tinha uma veia mais poética do que agora, talvez a falta de tempo, me tenha afastado um pouco dessa arte. Hoje dedico-me mais à contemplação do trabalho dos poetas. È bom saber ouvir,  ler os poemas e saber interpretá-los para nós. Conseguir vislumbrar o sentido inserido naquelas palavras entrelaçadas.. Quando esses poemas são “musicados” a beleza duplica. Hoje convido-vos a reler, porque certamente conhecerão esta bela letra da canção da Mafalda Veiga. que para mim é um hino à vida.
 Fiquem bem, e tenham um excelente fim de semana!
 
Geme o restolho, triste e solitário
 
a embalar a noite escura e fria
 
e a perder-se no olhar da ventania
 
que canta ao tom do velho campanário
 
 
 
Geme o restolho, preso de saudade
 
esquecido, enlouquecido, dominado
 
escondido entre as sombras do montado
 
sem forças e sem cor e sem vontade
 
 
 
Geme o restolho, a transpirar de chuva
 
nos campos que a ceifeira mutilou
 
dormindo em velhos sonhos que sonhou
 
na alma a mágoa enorme, intensa, aguda
 
 
 
Mas é preciso morrer e nascer de novo
 
semear no pó e voltar a colher
 
há que ser trigo, depois ser restolho
 
há que penar para aprender a viver
 
 
 
e a vida não é existir sem mais nada
 
a vida não é dia sim, dia não
 
é feita em cada entrega alucinada
 
prá receber daquilo que aumenta o coração
 
 
 
Geme o restolho, a transpirar de chuva
 
nos campos que a ceifeira mutilou
 
dormindo em velhos sonhos que sonhou
 
na alma a mágoa enorme, intensa, aguda
 
 
 
Mas é preciso morrer e nascer de novo
 
semear no pó e voltar a colher
 
há que ser trigo, depois ser restolho
 
há que penar para aprender a viver
 
 
 
e a vida não é existir sem mais nada
 
a vida não é dia sim, dia não
 
é feita em cada entrega alucinada
 
prá receber daquilo que aumenta o coração.
tags:

Quarta-feira, 4 de Outubro de 2006

5 de Outubro

Amanhã festejaremos o 5 de Outubro de 1910 onde foi proclamada a República Portuguesa. Foi um passo importante para chegarmos à democracia que temos hoje. A liberdade é óptima no entanto, vivemos momentos conturbados respeitante às desconfianças da justiça. Nomeadamente nos vários casos de corrupção, onde parece que os “poderoso” são imunes à justiça conseguindo prescrever os processos e saindo assim imunes... Temos vários casos mediáticos que não adianta especificar...
 
 Acredito na liberdade, e na justiça e para isso baseio-me nisto:
 
Naquele tempo, disse Jesus à multidão: "Não há ninguém que acenda um candeeiro para o tapar com uma caixa ou para o colocar debaixo da cama. Põe-se antes num lugar em que alumie bem os que entram. Pois não há nada que esteja escondido que não venha a descobrir-se: tudo o que é segredo virá sempre a ser conhecido e posto a claro. Oiçam bem o que eu vos digo: Deus dará mais àqueles que já têm, mas aos que não têm, até o pouco que julgam ter lhes tirará."
 
Lucas 8, 16-18
 
Bom Feriado
Imagem Alba luna
Sinto-me: Viva os Feriados!

Terça-feira, 3 de Outubro de 2006

A hora do vitinho

Há alguns anos atrás, na minha televisão via diariamente o Vitinho:
está na hora da caminha
vamos lá dormir
que lá fora, as estrelas
dormem a sorrir

e amanhã cedinho, bem cedinho
tu vais ver
acordas mais forte e mais esperto,
isso é crescer
boa noite...”         
                                            
 
        
 
Essa pequena música permitia a que eu como Pai mandar o meu filho para a cama, porque no dia a seguir iria haver escola. Claro que com ou sem Vitinho o meu filho teria de ir para a cama, mas esse desenho animado era quase que uma confirmação vinda da TV ( e bem sabemos a influencia que tem a TV nas crianças e Jovens) e assim sendo não arranjava tantas desculpas para não ir...
 
Os anos passam e as tendências invertem-se, em vez de “Vitinhos” temos de um lado Floribela e no outro Morangos com açúcar.. Obviamente que não passa de uma estratégia de audiências para cativar logo os mais novos à TV (se é que era preciso) ainda por cima com novelas que por sua vez arrastam os Pais também!... Mas o que não é mesmo aceitável são  os horários em que passam, horários totalmente inadmissível para Jovens que no dia a seguir irão para as aulas...
 
 Daí que veio um artigo no jornal Correio da Manhã onde se pode ler:” 'Floribella’ começa à hora a que, antigamente, o ‘Vitinho’ e sucedâneos mandavam os meninos para a cama, ou seja, às 21h30. Em tempo de aulas, a novela de sucesso da SIC pode tirar o sono, como conclui Nélson Lima, neuropsicólogo e investigador do Instituto da Inteligência.
“O sono é imprescindível à saúde, principalmente em fase de crescimento”, pelo que seria importante que “os progenitores fossem mais rigorosos no cumprimento de regras”, diz ao CM o investigador.”
 
Seria bom para isso que as Televisões ajudassem os Pais nesse sentido!

Sinto-me: Com sono...

Segunda-feira, 2 de Outubro de 2006

Será?

Há frases infelizes esta é uma delas dita a semana passada pelo nosso ministro Correia de Campos : "Hoje fazem-se mil abortos por ano no Serviço Nacional de Saúde (SNS), no âmbito da actual lei, o que é «muito pouco” Será?...
 
Votos de uma boa semana.
 
Foto Marcelo + Guedes
Sinto-me: Intrigado
tags:

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Uau Isto ainda funciona.....

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=>arquivos

=> Novembro 2019

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Novembro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim


=> Perfil

=> seguir perfil

. 6 seguidores

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

SAPO Blogs

=>subscrever feeds