=>Carpe diem quam minimum credula postero


Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

Políticos?!...

È dificil acreditar na política, porque as respostas são sempre ( ou quase tendenciosas e nunca 100% honestas)...

 

Isabel Damasceno, presidente da Câmara Municipal de Leiria, explicou na última Assembleia Municipal, realizada na sexta-feira, que a mudança de posição sobre o aterro sanitário da Valorlis deveu-se também à mudança de posição da população, não tendo dúvidas que a mesma foi "influenciada".
Na última semana, a autarca tem recebido algumas críticas de empresários e partidos políticos pelo facto de, em 2002, ter decidido manter o aterro multimunicipal na freguesia de Parceiros (Leiria), e mais recentemente ter alterado a sua decisão, aprovando a deslocalização da infra-estrutura, fazendo cumprir o acordo parassocial que prevê a rotatividade do aterro a cada 10 anos nos concelhos da Alta Estremadura.
"Na altura (leia-se em 2002), achei que, do ponto de vista económico, havia vantagens na manutenção do aterro", referiu, lembrando, porém, que a competência de manter ou não a infra-estrutura em Leiria "é da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal e não da presidente de câmara". Ainda assim, adiantou, "a população de Parceiros e Barosa concordaram, desde que tivessem contrapartidas financeiras".
 Diário de Leiria.

 

MENTIRA!!! MENTIRA!!! MENTIRA!!!

 

Nunca as populações aceitaram manter a lixeira em troca de contrapartidas! Em reunião de junta de freguesia de Parceiros (realizada para esse efeito) ficou escrito que a população rejeitava a manutenção do aterro e exigia o cumprimento do acordo parassocial da rotatividade, E Agora a Sra., Presidente da câmara vem dizer que a população é que mudou de opinião ! Por influências?!! Mas alguém quer um lixeira perto de casa?! Existe alguma contrapartida que pague o cheiro que as populações tem de suportar???

 

 Sinceramente Doutoura!!! 


Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Defraudado? ... È como me sinto

A Assembleia Geral da Valorlis aprovou por maioria, com o voto contra da Câmara Municipal de Leiria, a permanência do aterro sanitário na freguesia de Parceiros.

Pronto, estou condenado a viver no meio do lixo até morrer! O dinheiro falou mais alto do que os direitos ao bem estar das populações! Protege-se o esquilo, o flamingo e uma enormidade de animais, mas quanto ao ser humano há muitos! Com tantos locais onde implantar uma lixeira tem de a instalar em cima das localidades porque é economicamente mais rentável! Estou enojado! Revoltado! Indignado!
 Tanto pinhal que Leiria preza, tanta zona desabitada e é a 5km da zona urbana que se implementa uma lixeira a menos de 1km e 500m das casas? È isto qualidade de vida, ou interesses financeiros de alguns?...
 
 Nunca ninguém me disse que a vida era justa, mas gozar com as populações é demais!!!... 
 
Foto António Manuel Pinto da Silva
P.S. Amigos desculpem-me e tentem ter um bom fim de semana, longe de lixeiras...
Sinto-me: sem mais palavras...

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Políticos?!...

=> Defraudado? ... È como me...

=>arquivos

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim


=> Perfil

=> seguir perfil

. 6 seguidores

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

SAPO Blogs

=>subscrever feeds