=>Carpe diem quam minimum credula postero

Quinta-feira, 6 de Setembro de 2007

Visão

Na passada quinta-feira comprei a revista Visão onde em capa tinha o rosto bem conhecido da Madre Teresa de Calcutá.

 

 

 

 Com um título sensacionalista onde a senhora terá duvidado da existência de Deus, durante parte da sua vida, onde apenas convivia com a miséria da região. Ela terá escrito em carta essas dúvidas, pedindo que fossem destruídas, mas pelos vistos não o foram e para mais foram publicadas...

 

 Parece-me que essas dúvidas que ela sentiu apenas mostram a Fé que tinha, alguém nunca duvidou da sua própria Fé? Parece-me que o facto de questionar apenas serve para fortalecer e caminhar, pois os caminhos para Deus são curvos...


by pdivulg às 00:54
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Viktor a 6 de Setembro de 2007 às 01:14
Tens razão, os caminhos até Deus são curtos, há é pessoas que os tornam bem longos e distantes.
Boa noite.
Saudações Reikianas [Namasté].


De Galeriacores1 a 6 de Setembro de 2007 às 10:29
Ela ao sentir-se distanciada de Deus significa que antes já teria atingido um grau máximo da presença inefável desse Deus na sua vida e, se por ventura Ele se distanciou dela significa que tinha toda a confiança nela para o fazer. Seja como for a Madre Teresa de Calcutá, pelo seu testemunho e dedicação inabalável aos pobres, é e será sempre uma santa e um modelo sólido para todos os cristãos em geral.


De vilma a 6 de Setembro de 2007 às 10:34
Todo nós passamos por momentos de dúvida, por momentos em que parece que Deus está ausente. Duvidar é diferente de não crer, de não ter fé.
E as duvidas muitas vezes, podem conduzir-nos a um novo nivel de relacionamento e conhecimento de Deus.



De Joana a 8 de Setembro de 2007 às 01:41
Todos nós temos dias em que achamos que Deus se distanciou de nós...
Penso que Madre Teresa de Calcutá teve um momento tal como teve Jesus Cristo: "Senhor, Senhor, porque me abandonaste?"
Perante a passagem que apresentei de Jesus... Acham que Ele também teve dúvidas que o Seu Pai existisse??? Eu acho que não... Acho que são simplesmente momentos em que sentimos que deveríamos dar mais... Mas que achamos que não conseguimos... Um dia mais tarde vemos que Deus esteve sempre ali... E que nunca, mas nunca nos abandonou...

Muitas vezes nos perguntamos pelo sentido que têm as nossas crenças... Mas ao fim de tanto questionar... Vemos que não vale a pena fazê-lo... Pois nós somos capazes de sentir Deus em nós...

Era tão bom que cada um de nós conseguisse fazer só um bocadinho muito pequenino daquilo que a Madre Teresa fez... :)

Fica em Paz...

Abraço em Cristo... :)


De marlenemaravilha a 11 de Setembro de 2007 às 21:08
Querido amigo,
no Brasil diz-se que muitas pessoas nao tendo o que fazer nem com que se preocupar, buscam encontrar pelos em ovos. Assim penso eu deste caso.
beijos


Comentar post

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=> Anedota da Páscoa

=>arquivos

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

blogs SAPO

=>subscrever feeds