=>Carpe diem quam minimum credula postero

Quinta-feira, 8 de Março de 2007

Dia das Mulheres

 
 
Hoje é o dia internacional da mulher. Hoje mais do que nunca a mulher tem cada vez mais igualdade de oportunidades, bem que ainda há muito caminho por fazer (nomeadamente em alguns países) no entanto a nossa história já consta de grandes nomes femininos tais como: Eva Perón, Jacqueline Kennedy, Isabel II, Farah Diba da Pérsia ou a rainha Noor da Jordânia
 Mulheres e política, aqui ficam alguns exemplos:
 
Em Portugal, a engenheira Maria de Lurdes Pintasilgo representou um marco histórico ao tornar-se na única mulher primeiro-ministro que Portugal conheceu. Actualmente, o papel funcional das representantes do sexo feminino alterou-se tão substancialmente que as estratégias políticas e mundiais estão, de facto, nas suas mãos.
 
Assim, Condoleezza Rice é a mulher mais poderosa do mundo. A segunda é Wu Chi, uma chinesa, presidente da Câmara de Pequim. Há seis décadas que a China manda matar primogénitos femininos. Uma mulher na vice--presidência da China e na presidência da Câmara de Pequim é um acontecimento ímpar na história da emancipação das mulheres. Pequim é uma cidade com mais de 15 milhões de pessoas onde tudo está ainda por fazer, nomeadamente ao nível das infra-estruturas básicas, como a rede de esgotos, a distribuição de água e a electrificação. Ainda este ano a presidente da Câmara lançou uma campanha que visava ensinar a população da cidade a frequentar casas de banho públicas, substituindo os tradicionais urinóis, edificados por baixo de estacas, sem nunca serem limpos.              
             
Sonia Gandhi, mulher do filho mais ve-lho de Indira Gandhi, actual líder do Partido do Congresso indiano, ocupa a terceira posição. Ainda recentemente esta deputada foi proposta pelo seu partido para candidata à presidência da República, o que causou uma grande polémica em virtude do papel histórico que a família Ghandi tem desempenhado na Índia moderna.
 
Laura Bush é a quarta da lista da Forbes. Laura, o amor da vida de George W. Bush, como ele mesmo fez questão de anunciar aquando da sua reeleição. Dizem os politó-logos que o poder da mulher do Presidente advém-lhe justamente desse facto. Isto é, trata-se de um poder lateral, chamado ma-gistratura de influência, e não o seu exercício efectivo.
 
Hillary Clinton. Apontada como a mais séria candidata democrata às eleições de 2008, conhecida como uma das 10 melhores advogadas americanas, foi a primeira--dama norte-americana a desempenhar funções políticas e administrativas específicas, nomeadamente na área da saúde. É a quarta mulher com mais poder em todo o mundo.
 
Isabel II vem na vigésima segunda posição. Este lugar na lista dos poderosos é surpreendente. Não só porque nos permite constatar as profundas mudanças políticas operadas em todo o mundo – era suposto a rainha representar ainda a magnificência do poder institucional, o que esta listagem não revela – como constitui um bom exemplo para estudarmos o modo de transferência dos poderes, hoje, sem dúvida, assente numa vertente mais económica do que social.
 
Rania Al Abdulah, rainha da Jordânia, é a décima terceira mulher mais poderosa do planeta. E é também considerada uma das mais elegantes do mundo. Desta vez, o critério que contribuiu para diferenciar Rania foi o reconhecimento internacional do papel social e político que a rainha desempenha no seu reino.
 
Aung Sang Suu Kyi, Nobel da Paz, líder da oposição birmanesa, presa há mais de uma década pelas autoridades do seu país, ocupa o quadragésimo quinto lugar da lista da Forbes.
 
Sofia de Espanha, a única rainha viva que representa a matriz mediterrânica da cultura ocidental. Sofia, de origem grega, filha de reis, ocupa o trigésimo lugar e aparece como simbolizando uma verdadeira magistratura de influência, sobretudo nos países da América Latina, onde o caste-lhano é a língua oficial.
 
Mulheres com mais poder nas décadas de 50, 60 e 70 em todo o mundo
 
Indira Gandhi, filha de Pandita Nehru, pai da independência indiana, foi a primeira mulher a ocupar o cargo de primeiro-ministro da Índia, de 1966 a 1977 e de 1980 a 1984. Política hábil e firme, lançou uma campanha de esterilização dos homens para controlar a natalidade. Foi assassinada em 1984.

Golda Meir. Foi a primeira e única mulher primeiro-ministro de Israel, uma das mais brilhantes diplomatas do Médio Oriente, a par com uma notável intervenção diplomática no conflito israelo-palestiniano.

Jacqueline Kennedy, mulher do mais famoso presidente dos Estados Unidos da América, J. F. Kennedy, foi também a primeira-dama que transformou a Casa Branca na grande montra das artes e da cultura, alterando, assim, profundamente o tradicional papel das consortes dos presidentes.

Maria de Lurdes Pintasilgo, primeira e única mulher primeiro-ministro portuguesa, única mulher candidata à presidência da República, esta engenheira química marcou indelevelmente a política portuguesa, apesar de ter governado apenas 100 dias.

Margaret Thatcher, conhecida como a Dama de Ferro, foi sem dúvida nenhuma o político que mais marcou a vida europeia nos anos 80, nomeadamente na defesa intransigente das privatizações e do papel da economia liberal no mundo moderno.

Simone Veil, eleita presidente do Parlamento Europeu em 1982, foi o rosto feminino que mais marcou a Europa, sobretudo por ter corporizado a Shoa, isto é, o holocausto.

Madeleine Albright, filha de Josef Korbel, refugiado checo, especialista em assuntos soviéticos, ficou na história como a primeira mulher secretária de Estado norte-americana e uma das diplomatas que mais marcou a década de 90, nomeadamente pelo seu papel nas relações israelo-palestinianas, com a assinatura dos acordos de Oslo.

Farah Diba representava na década de 70 a sofisticação da mulher moderna. Não só tinha glamour como influenciava a política cultural do seu país através da ocidentalização da sociedade iraniana. Em 1979, um grupo de fundamentalistas muçulmanos depôs o Xá da Pérsia, o último reduto ocidental no Irão. Juntamente com Farah Diba, sua mulher, embarcam rumo ao exílio.

Eva Perón, a mulher responsável pela subida ao poder de Juan Perón, seu marido, e a figura política mais mítica da história da Argentina. Foi, por isso, a primeira-dama daquele país e a mulher mais idolatrada pelas massas argentinas descamisadas.

by pdivulg às 06:52
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De di a 8 de Março de 2007 às 11:06
Para todas as mulheres, um excelente dia.


De Galeriacores1 a 8 de Março de 2007 às 13:18
Não há dúvida que as mulheres nas últimas décadas conseguiram assegurar a sua emancipação a nível mundial. Até certo ponto julgo que isso foi bom, no entanto, julgo também que muitas delas actualmente estão indo longe de mais na medida em que querem ocupar o lugar do homem na sociedade. Esta tendência ego-maníaca da mulher gera um conjunto de problemas psicológicos e sociológicos com consequências prejudiciais e nefastas sobretudo para os mais novos (particularmente os rapazes) que não conseguem identificar-se com o sexo mais forte na família acabando, por conseguinte, por desencadear tendências homossexuais, o que é lamentável.
Vale a pena salientar que na Bíblia Deus apresenta a mulher ao homem como sua companheira e não como sua igual, além disso expressa bem a superioridade do homem em relação à mulher.
Publiquei um artigo sobre esta temática algum tempo atrás num dos outros blogues da Galeriacores, tomo a liberdade de deixar aqui o link: http://galeriacores.blogdrive.com/archive/cm-3_cy-2005_m-3_d-18_y-2005_o-1.html
Caso não haja hiperligação neste link, basta copiar e colar para a barra de navegação do Internet Explorer.


De marlenemaravilha a 8 de Março de 2007 às 17:11
Agradeço o parabéns e as flores! Amor-perfeito!
Realmente é um grande time de mulheres nota 10!
Fica bem! Interessante a foto do dia! Sui-generis!
abraços,


De sem discussao a 8 de Março de 2007 às 20:24
O dia da mulher são todos os dias, desde que nasce, a ser mãe, amante, profissional,etc.
Este dia para mim, é uma discriminação á própria mulher!
bj**


De confissoesdeumasurda a 11 de Março de 2007 às 14:06
Olá!!

Espero que as mulheres nesse dia tem tido um excelente dia.. embora.. todos os dias são bons motivos para festejar.. devemos relembrar as mulheres dos países muçulmanos que não têm tanta liberdade como nós.


Comentar post

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=> Anedota da Páscoa

=>arquivos

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim


=> Perfil

=> seguir perfil

. 6 seguidores

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

SAPO Blogs

=>subscrever feeds