=>Carpe diem quam minimum credula postero

Quarta-feira, 7 de Março de 2007

Chás

 
È incrível o conhecimento que os nossos antepassados tinham sobre as plantas e as suas curas, mais conhecido por "remédios caseiros".
 Saber esse adquirido ao longo de várias gerações e que nos dias de hoje serve como base de negócio. Tenho um tio-avô que, cada vez que vinha "à terra" pedia ao meu avô determinadas ervas para poder fazer os seus chás para curar tudo e mais alguma coisa...
 Fiz uma pesquisa na Net e existe muita informação a esse propósito e até blogs.
 Aqui divulgo algumas receitas encontradas, mas atenção às contra indicações!:
P.S. Documento para download AQUI
 
Açafrão
Tanto o óleo (empregado em massagens) como a tintura são úteis para combater anemia, a fraqueza e a melancolia.

Alecrim

O óleo das flores, em massagens leves, alivia as dores reumáticas. O chá das folhas é útil contra a epilepsia, a lepra, a sífilis e as feridas em geral.

Amendoeira

Seus frutos, tônicos e fortificantes, melhoram as inflamações e são indicados para os casos de bronquite.

Angélica

O chá das folhas tonifica o estomago. O chá da raiz, aplicado externamente, ajuda nos casos de gangrena e nas mordeduras venosas. O chá da planta inteira, tomado diariamente em jejum, é muito eficaz nas toses crônicas.

Arnica

O sumo vegetal é muito bom para curar feridas, nas contusões e fraturas.

Arruda-silvestre

Tem um efeito abortivo perigoso. Provoca a menstruação e combate a anemia das adolescentes.

Artemísia

O chá é indicado contra a epilepsia e a coréia (distúrbio encefálico caracterizado por movimentos musculares anormais e espontâneos, que sugerem uma dança). Cozida em vinhos e ingerida em pequenas doses freqüentes é um excelente antiabortivo.

Camomila

Quando colhida na conjunção de Marte com a Lua e o Sol, tem o poder de curar nódulos linfáticos das doenças tumorais do tórax. Úteis em crises de histeria e nas febres intermitentes.

Canela

Pela destilação prolongada de suas folhas obtém-se um óleo avermelhado que funciona como um tônico excelente, quando aplicado com massagens suaves.

Celidônia

É importante escolher aquelas que nascem em ruínas ou locais abandonados. A raiz macerada é um bom remédio para a garganta e para as inflamações graves.

Cevada

O chá das sementes ou as próprias sementes cozidas constituem um bom diurético e refrescante do sangue.

Erva-cidreira

Paracelso ensinava que o chá desta planta alivia as dores do parto e auxilia a expulsão da criança e da placenta.

Erva-de-são-joão

Útil nas cólicas e nas diarréias dolorosas.

Laranjeira

A casca do fruto, em infusão, combate a hemorragia uterina. Como alimento, a fruta é benéfica para a garganta e os intestinos.

Loureiro

Suas vagens têm propriedades vermífugas. A ação de qualquer parte da planta é antimicrobiana. O suco das folhas, tomado na dose de 3 a 4 gotas diluídas em água, ajuda na menstruação, corrige os desarranjos do estômago, melhora a surdez, as dores de ouvido e as manchas do rosto. Ideal quando colhida sob a influência de Marte.

Nogueira

O chá das folhas, por decocção (2 xícaras grandes, duas vezes ao dia), é um bom tratamento para feridas, erupções cutâneas e tumores. Deve ser usado por tempo prolongado. Na Idade Média, o chá de nogueira era um famoso tratamento contra a sífilis. A casca da raiz é um forte antídoto para vários venenos e cura as inflamações da boca, além de ser vomitiva.

Oliveira

O óleo de oliva tem a propriedade de condensar energia vital e força energética quando ingerido ou utilizado em massagens vigorosas na pele.

Peônia

Com as sementes que surgem da primeira florada faz-se um colar para ser dependurado no pescoço de uma criança epiléptica; concomitantemente deve ser ministrado um chá da decocção de parte das sementes. O chá das folhas alivia as dores de cabeça e as dores do parto.

Sândalo-vermelho

A massagem com o óleo ou com o pó perfumado da casca é útil contra hemorragias.

Sene

O chá por decocção tem um forte efeito purgativo. Melhor quando colhido na Lua cheia.

Tanchagem

O chá da raiz é cicatrizante para úlceras internas e externas, bom nas enxaquecas e nos casos de fluxo menstrual muito abundante. Com as folhas prepara-se um cataplasma, ótimo tratamento para a febre amarela, disenteria e doenças inflamatórias dos olhos.

Videira

O cataplasma feito com uvas assadas e transformadas em pó é muito bom para as dores severas do abdome. O suco das folhas tem excelente aplicação nos casos de disenterias fortes.
 
Simpatias, Axés e Chás
Defumação para descarregar casa ou comércio:
Comprar mirra, incenso, bejoim, aniz estrelado, breu, alecrim e alfazema; misturar tudo e por num defumador com brasa, defumar dos fundos para frente; despacha nos verdes e bota um copo de água em cima.
Defumação para abrir caminhos:
Misturar num recipiente três colheres de açúcar, três colheres de pó de café, três colheres de canela moída e sete folhas de louro seco; defumar a casa da frente para os fundos fazendo pedidos, é bom fazer a defumação para descarregar a noite e no outro dia pela manhã ao nascer do sol fazer esta para chamar dinheiro, freguesia e tudo que é bom.
Banho para descarregar o corpo:
Colher pela manhã: levante, manjericão, alecrim, guaco, malva cheirosa, espada de são Jorge, espada de santa Catarina, orô, oito folhas de ameixa, um punhado de folhas de pitangueira, gervão, sete ramos de arruda, guiné, oito folhas de boldo, folhas de alfazema; por numa panela grande e bota a ferver por quatorze minutos, apague o fogo e deixe ficar em temperatura boa para banho, ponha o líquido sem as folhas num balde, entre dentro de uma bacia, vá despejando o conteúdo do balde por cima do corpo com uma caneca, faça os pedidos para os bons guias retirarem todos os males que tem em vosso caminho etc.., peça para alguém largar esta água de banho nuns verdes ou água corrente, por favor não vá por o banho no ralo do banheiro; você pode pegar este mesmo preparado e lavar a casa dos fundos para frente para descarregar, em vez de ferver, as ervas também podem ser maceradas, piladas, com água, o efeito é melhor ainda. Caso você não tenha como colher estas ervas podem ser compradas nos mercados ou ervanárias.
Banho para atrair bons fluídos:
Misture dinheiro em penca, folhas de dólar, folhas de malva cheirosa, folhas de laranjeira, folhas de elevante, folhas de manjericão, folhas de fortuna, macere estas ervas com água e coe, misture um pouco de água quente para dar temperatura de banho, ponha num balde entre dentro de uma bacia e vá despejando o banho por cima do corpo (nunca ponha nenhum tipo de banho na cabeça), despeje o conteúdo da bacia dentro do quintal. Se quiser lavar a casa com esta receita é bom lavar da frente para os fundos e despeje o resto no fundo do quintal; como é um banho para atrair bons fluidos não deve ser despachado do lado de fora do pátio, caso você more em apartamento deixe um vaso grande com folhagens numa área onde possa colocar estes banhos.
Banho para o amor:
Cozinhar um quarto de quilo de canjica amarela com bastante água, após cozida, coar e por o líquido a ferver com folhas de pitangueira por mais dezesseis minutos; após, acrescente dezesseis gotas de perfume de seu gosto, uma rosa branca, uma vermelha e uma amarela, todas despetaladas, tome um banho do pescoço para baixo. Ponha a canjica que sobrou numa bandeja com papel amarelo leve numa pracinha ponha de baixo de uma árvore e despejar o resto do banho em volta da bandeja fazendo pedidos, se puder deixe um vela branca acesa. Este banho é bom fazer antes de sair para festas ou lugares que você quer chamar atenção, pro amor faça antes de receber o companheiro(a).
Xarope para fortificar:
Um vidro de Biotônico Fontoura, seis ovos de codorna, meia lata de leite condensado, por no liquidificador e bater bem, por na geladeira, tomar um cálice antes das principais refeições.
Simpatia contra olho grande:
Pegue um copo grande e ponha mel até o meio, aí quebre um ovo e ponha dentro do copo e termine de encher de mel, deixe em lugar bem visível; de oito em oito dias despeje o conteúdo do copo em água corrente, (pode ser até na pia e deixe correr bastante água).
Para nunca faltar dinheiro:
Consiga um imã de tamanho médio, um prato oval, lentilha crua, dezesseis moedas corrente; ponha a lentilha no prato (crua), coloque o imã bem no centro do prato em cima da lentilha, deixe oito moedas grudadas no imã e as outras em volta sem encostar no imã, ele ficará atraindo o dinheiro, ponha num lugar onde ninguém veja, é bom por na primeira peça da casa, logo na entrada; se for comércio deixe perto de onde guarda o dinheiro.
Para atrair clientes:
Pegue uma taça de champanhe, vá até o portão (ou entrada principal), despeje a champanhe dos dois lados da entrada, acenda um cigarro de filtro branco, longo, dê três pitadas, baforando a fumaça para o lado de fora; coloque o cigarro num cantinho da entrada e deixe queimar até o fim; esta simpatia serve para chamar clientes em salão de beleza, casas de religião, boates e tudo que requer movimento.
Para adoçar alguém:
Uma maçã, mel puro, algodão, uma lata com tampa. Tire o tampo da maça e fazer um oco; escreva oito vezes o nome da pessoa e o seu por cima, corte as pontas do papel, passe mel nos nomes, dobre e coloque dentro da maçã, encha a maçã com mel, tampe a maçã e envolva em algodão, pedindo o que quer; ponha a maçã dentro da lata e tampe a lata, acenda uma vela branca em cima. (obs. Nunca saia de casa quando acender velas, se precisar sair peça licença e apague a vela, guando chegar acenda novamente).
Para ter sorte em provas e concursos:
Seis bananas sta. Catarina ou banana da terra, abra a banana com a faca até o meio ( com casca e tudo) ponha mel dentro, ponha em circulo numa bandeja, leve estas bananas e deixe em cima de uma pedra grande , acenda uma vela branca, e faça os pedidos para Xangô; guando tudo der certo vá na mesma pedra e ofereça doze bananas e seis velas em agradecimento.
Para ter movimento em comércio:
Pegue sete balas de mel e sete moedas corrente, vá na encruzilhada mais próxima de seu estabelecimento, segure as balas e as moedas com a mão direita bem perto da boca e faça os pedidos para o bará, após atire para o alto para cair no meio do cruzeiro, saia de costas, é bom fazer pela manhã ao nascer do sol em lua que não seja minguante.
Para quem tem mal dormir:
Pegue duas espadas de São Jorge e cruze em baixo do colchão do lado em que dorme, deixe sempre um copo de água doce do lado da cabeceira da cama e todos os dias despeje esta água numa planta que esteja em faze de crescimento, se for criança as espadas devem ser pequenas e na água vai açúcar e mel.
Simpatia para bronquite e asma:
Compre um coco de casca marrom, tire a água, encha de mel e enterre para o lado que baixa o sol; deixe enterrado por nove dias. No nono dia desenterre e deixe na geladeira, dê uma colher de café para pessoa tomar pela manhã e a noite, guando terminar o mel (tem que ser mel puro), leve o coco e atire dentro de um rio pedindo que assim como a água leva tudo que leve a asma, a bronquite do(a) fulano(a); é bom a pessoa comer o mel sem saber que é simpatia.
Xarope para sistema nervoso:
ferver um litro de água, um punhado de folhas de alfafa, cidró, alecrim, melissa, guaco, maracujá, laranjeira, hortelã, funcho, araçá e alface, com açúcar mascavo ou cristal, até ficar em ponto de xarope. Tomar 2 ou 3 colheres ao dia.
Ungüento para combater infecções:
Colocar em vidro de boca larga, folhas das seguintes plantas, lavadas e machucadas: 2 folhas de malva, 1 folha de confrei, 2 de guaco, 2 de salsaparrilha, 1 de maracujá, 2 de araçá, 2 de sálvia, 2 de alface, 2 de tansagem, um punhado de pétalas de rosas branca, 1 pedaço de cardamomo e 3 caroços de pêssego. Encher o vidro com azeite de cozinha, fechá-lo e colocá-lo ao sol. Após 5 dias, mexer bem, depois tomar uma colher por dia. Este ungüento é usado, também, para curar feridas e para problema de pele.
Pomada para rachaduras:
Fritar, até torrar bem, 1 xícara de sebo e um punhado de salsa. Coar. Passar 1 ou 2 vezes ao dia. Melhor após o banho da noite.
Pomada para micose, sarna, unheiro, unhas encravadas:
Fritar 14 folhas de espirradeira em uma concha de banha ou outra gordura limpa, em panela tampada e a fogo brando, até não frigir mais. Coar e guardar longe do alcance das crianças. Não se deve aspirar o vapor, ao abrir a panela. A pomada serve, também, para as feridas crônicas, mal curadas.
Vômitos, má digestão e diarréia:
1 copo de água fria, não bem cheio, 1 colher de suco de limão, 1 colher de farinha de trigo, 1 colher de açúcar cristal. Misturar e passar de um copo para outro, até formar bastante espuma, enchendo o copo. Tomar tudo de uma só vez e repetir, se necessário.
Verrugas:
Aplicar na verruga leite de figueira ou de coroa de cristo. Cuidar para não atingir os olhos. Ou torrar a casca de uma banana e colocá-la, com a parte branca sobre a verruga e prender bem. A banana pode estar verde ou madura, este remédio também serve para calos.
Tosse Alérgica:
Marmelo (fruta); colocar um marmelo num litro de água. Cozinhar e esmagá-lo com um garfo ou socador e recolocá-lo para ferver, com duas xícaras de açúcar. Tomar 1 colherinha três vezes ao dia.
Asma, Bronquite, Tosse:
Figo da índia, também chamado de tuna, cáctus: Cortar em fatias uma palma (folha) e colocar as fatias em camadas, com um quilo de açúcar, numa vasilia (não de alumínio). Deixar assim toda noite. De manhã, levar ao forno, até ficar em ponto de mel. Coar. Tomar uma colher, 3 vezes por dia, durante quinze dias.
Crem: Ferver, durante 10 minutos, um punhado de folhas de crem com meio quilo de mel ou de açúcar. Tomar uma colher, 3 vezes ao dia.
Mil em ramas: ferver durante 2 minutos, uma folha em uma xícara de água. Tomar quando necessário.
Nabo: Cortar um nabo em rodelas e colocar em panela (não de alumínio), com uma xícara de açúcar. Deixar em repouso, durante uma noite. De manhã por no fogo, até ficar cor de mel. Esmagar as partes inteiras. Coar. Tomar uma colher, três vezes por dia, durante 15 dias.
Bronquite:
Bananeira:Tomar um pé de bananeira, de 30 a 60 cm, com raiz, cortar em rodelas e colocar em camadas numa vasilia (não de alunímio), com um quilo de açúcar. Deixar uma noite de repouso. De manhã, cozinhar, até o ponto de mel. Coar. Deitar no bagaço que ainda resta, açúcar e meio litro de água e ferver durante 15 minutos. Guardar em geladeira. Se fermentar, ferver de novo. Tomar uma colher 4 vezes ao dia.
Aipo ou salsão: ferver durante 15 minutos, 1 pé com raiz e tudo em 1 litro de água e meio quilo de açúcar. Tomar uma colher 3 vezes ao dia.
Reumatismo no sangue:
Carrapicho (bardana): pegar um punhado de 200 gr de carrapicho ou semente de bardana, parti-las ao meio e colocar num vidro de boca larga, com xícara de mel. Encher o litro com um vinho suave. Deixar em repouso, por 4 dias, coar, tomar 1 colher 4 vezes ao dia. Fazer uma pausa de 10 dias e repetir a dose. Se não houver cura repetir a receita novamente.
Limeira: Preparar um chá, com 10 cm de raiz de limeira, por um litro de água. Tomar uma xícara, 3 vezes ao dia.
Dor de Cabeça:
Cravo da índia: colocar dentro de 3 xícaras de água fria 3 cravos, bem esmagados, durante 15 minutos. Depois tomar.
Corticeira: ferver, durante 2 minutos, uma folha ou um pedacinho da casca da corticeira em uma xícara de água. Tomar, podendo adoçar com mel.
Batata inglesa: Cortar em rodelas, 1 batata inglesa e pôr uma pitada de sal. Colocar na testa
Café, limão ou laranja: Tomar aos goles, 1 xícara de café preto, quente, adoçado, misturado com uma colher de suco de limão ou de laranja.
Cólicas:
Manjerona, poejo - ferver, durante 3 minutos, em 2 xícaras de água um galhinho de manjerona ou poejo, tomar frio em um dia.
Cólicas menstruais:
Louro: ferver durante 3 minutos, 1 folha de louro em 1 xícara de água. Tomar de uma só vez.
Funcho: Colocar um punhado de funcho machucado em álcool de farmácia 96, após 1 hora tomar 10 gotas, em meio copo d'água.
Cólicas de nenês:
Extrair o suco das folhas de manjerona e com o mesmo esfregar a barriguinha da criança, massageando suavemente.
Diabete:
Sabugueiro: ferver durante 3 minutos uma folha em 1 xícara de água. Tomar uma xícara por dia durante 90 dias.
Abacateiro: ralar o caroço de 1 abacate, colocar em um vidro com o suco de 9 limões. Deixar na geladeira durante 9 dias. Coar. Tomar 1 colherinha por dia.
Carambola (fruta): Chupar em jejum 1 fruta de carambola por dia. Cuidado ela faz baixar a glicose em pouco tempo.
Carambola (folhas): ferver 2 folhas em uma xícara de água, durante 3 minutos. Tomar uma ou mais xícaras por dia, conforme se acertar com a glicose.
Jambolão: Ferver uma folha em uma xícara e água. Tomar uma xícara por dia.
Nogueira: ferver, durante 3 minutos, 1 folha por xícara de água. Esta chá liquida com a diabete, purificando o sangue.
Abcesso ou Tumor:
Cebola branca: Cozinhar uma cebola e colocá-la, cortada em rodelas, sobre o furúnculo ou abcesso.
Língua de Vaca: lavar bem, uma folha de língua de vaca, secá-la, esmagar nas nervuras, com uma garrafa, aquece-la no fogão, passar um pouco de banha e colocá-la sobre o furúnculo.
Babosa: (cataplasma) Pegar uma folha de babosa, tirar os espinhos e esmagá-la bem. Juntar uma colher de mel e uma colher de farinha de trigo. Colocar esta mistura sobre o abcesso ou furúnculo.
Ácido Úrico:
Couve: machucar uma folha e ferver, durante 2 minutos, em 3 xícaras de água. Tomar 1 xícara, 3 vezes ao dia.
Cipó-cabeludo: ferver um pedaço de 15 centimetros, durante 7 minutos, em 3 xícaras de água. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia.
Alho: Esmagar os dentes de uma cabeça de alho. Colocar no álcool. Expor o vidro aos raios de sol, durante 15 dias, sacudindo o vidro, todos os dias. Tomar, em meio copo de água, 5 gotas por dia.
Adenóides:
Limão: espremer um limão médio num copo. Colocar uma colherinha de sal. Diluir e pingar uma gota por dia, em cada narina. Molhar o algodão com esta mistura e fazer massagens nos lados das narinas.
Própolis: Passar essência de própolis, pingar e massagear, por fora das narinas.
Afecções do baço:
Alfazema: Aplicar catlapasma quente. Cozinhar uma planta (caule e folhas) e aplicar sobre a região do baço.
Chá de Alfazema: Preparar o chá, com 2 folhas de alfazema, por xícara de água. Tomar 1 xícara, 4 vezes ao dia.
Alcoolismo:
Maracujá: Colocar 3 folhas e 3 flores ou 3 frutos dentro de uma garrafa de cachaça, durante 7 dias. Tomar uma colher pela manhã e uma à tarde.
Couve: Colocar 3 talos de couve, durante 7 dias, dentro de uma garrafa de cachaça. Tomar uma colher de manhã e uma à tarde.
Pimentão verde: Colocar um pimentão verde, dentro de uma garrafa de cachaça, durante 7 dias, tomar uma colher de manhã e uma à tarde.
Cancerosa: Colocar 10 folhas dentro de uma garrafa de cachaça, durante 7 dias. Tomar uma colher de manhã e uma à tarde.
Guiné: Colocar 3 raízes dentro de uma garrafa de cachaça, durante 7 dias. Tomar uma colher pela manhã e uma à tarde.
Café e Sal (para passar a bebedeira): Tomar 1 xícara de café forte com sal.
Anemia e Fraqueza:
Beterraba: Uma beterraba com casa, cortada em rodelas, colocadas em camadas numa vasilia (não de alumínio) , com meia xícara de açúcar, deixar em repouso, durante 3 horas, tomar 3 vezes ao dia: adultos, 1 colher e crianças, 1 colherinha.
Ferro: Pôr um pedaço de ferro, de 4 centimetros, e sem outras misturas, dentro de um vidro de 800 gramas, de melado de cana ou rapadura e encher o vidro com vinho. Deixá-lo exposto aos raios do sol, durante 7 dias. Tomar 1 colher por dia.
Melado: Tomar uma colher de melado 3 vezes ao dia.
Mocotó: ferver uma pata de rês, sem casco, até desmanchar. Colocar sal, retirar toda a gordura e comer, uma vez por semana, todas as nervuras, tomando um copo do caldo que restou. Isto reconstitui o cálcio do organismo alivia o cansaço da cabeça.
Cenoura ralada: Tomar um copo de cenoura ralada, com leite ou com vinho, ou melado, pela manhã.
Espinafre: Bater no liquidificador, um punhado de cerca de 200 gramas de espinafre. Adoçar com mel e colocar suco de limão. Tomar uma colher 2 vezes ao dia.
Angina do Peito, Dores do Coração, Angústia:
Aspargo: ferver durante 5 minutos, uma raiz de aspargo ou raminho, em 1 xícara de água. Tomar 1 vez por dia.
Pêssego: ferver, durante 10 minutos, 1 caroço de pêssego, em 3 xícaras de água. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia.
Jasmim: Ferver, durante 10 minutos, 3 folhas de jasmim, em 3 xícaras de água. Tomar 1 xícara, 3 vezes ao dia.
Palpitações:
Mel: Tomar uma colher de mel puro, todos os dias.
Alface: fazer uma chá com uma folha de alface, para uma xícara de água. Colocar a folha na xícara e sobre a mesma água fervente. Tampar e deixar em infusão, durante 5 minutos. Tomar uma xícara, 3 vezes ao dia. Este chá serve também para nevralgias, cólicas intestinais e reumatismos.
Artrite (reumatismo deformante):
Bardana: Pegar 4 ou 5 folhas de bardana e colocá-las uma em cima da outra, cobri-las com um pano e passar ferro quente. Colocar as folhas aquecidas sobre a parte dolorida.
Câimbras:
Mel: Tomar 2 colheres de mel, à noite, antes de deitar.
Laranja e Mel: Colocar 1 xícara de mel em 1 litro e terminar de enchê-lo com suco de laranja. Agitar bem. Tomar tudo, durante 1 dia.
Banana: Comer 2 bananas , ao deitar.
Reumatismo no Sangue:
Carrapicho (bardana): Pegar um punhado de 200 gramas de carrapicho ou semente de bardana, parti-las ao meio e colocá-las num vidro de boca larga, com 1 xícara de , mel. Encher o vidro com um vinho suave. Deixar em repouso por 4 dias . Coar. Tomar 1 colher, 4 vezes ao dia. Fazer uma pausa de 10 dias e repetir a dose. Se não houver cura repetir a receita novamente.
Limeira: preparar um chá, com 10 cm de raiz de limeira, por 1 litro de água. Tomar 1 xícara 3 vezes ao dia.
Ataques Epiléticos:
Pente de macaco: para chá, pode-se usar toda a planta. Pegar um punhado de 200 gramas de folhas, por litro, ou um pedaço de 4 cm de cipó, por litro. Tomar uma xícara de chá, 2 vezes ao dia.
Essência de cipó de pente de macaco: apanhar 3 punhados de folhas de cipó de pente de macaco, por litro de álcool ou 9 pedaços de cipó , de 4 cm. Colocar as folhas ou cipó num vidro de um litro e encher com cachaça ou álcool de farmácia. Deixar em infusão, durante 4 dias. Tomar com água , 4 vezes ao dia, conforme segue: de 0 a 1 ano de idade, 3 gotas; de 2 a 4 anos, 4 gotas; de 5 a 8 anos 5 gotas; de 9 a 11 anos, 8 gotas; de 15 anos em diante, 10 a 15 gotas.
Cançaso nas pernas (pernas inchadas):
Sal e água: com água morna e sal grosso, fazer uma salmoura e lavaras pernas,deixando-as de molho por 15 minutos.
Laranjeira e sal: ferver, durante 5 minutos, um bom punhado de folhas de laranjeira, em 3 litros de água e 1 punhado de sal. Depois lavar as pernas, deixando-as de molho por uns 15 minutos.
Aveia ou lentilha: cozinhar em 3 litros de água, um punhado de sementes de aveia ou lentilha, com um punhado de sal. Depois lavar as pernas, deixando-as de molho por 15 minutos.
Pão molhado: pôr os pés em cima de 2 fatias de pão molhado em água.
Vinho, cravo da índia, noz-moscada, erva doce e açúcar: ferver até o ponto de xarope (uns 20 minutos), 1 garrafa de vinho, 1 colher de cravo da índia, meia colherinha de noz-moscada moída, 1 colher de canela em casca, 1 colher de erva doce ou funcho moído e meio quilo de açúcar. Coar, tomar uma colher 3 vezes ao dia, crianças uma colherinha, 3 vezes ao dia.
Cobreiro:
Alho: Esmagar folhas ou dentes de alho e misturar com azeite. Passar no local afetado, 1 ou 2 vezes ao dia.
Coluna - para dor e reumatismo:
Composto de Ervas: Colocar em um vidro um punhado de 100 gramas de angico, 50 gr de corticeira, de preferência verdes, 100 gr de mil em ramas, 1 folha de chapéu de couro, 3 folhas de Maria mole, 1 galho de folhas de beladona (virados para baixo, geralmente, com 3 lírios, no final da haste, rosa ou amarelo) e algumas sementes de girassol. Machucar bem as folhas. Encher o vidro com azeite de milho ou de arroz ou de oliva. É anti-inflamatório e anestésico, mas , somente para uso externo.
Cloreto de Magnésio: 10 gramas para cada 3 litros de água fervida e fria. Tomar 4 colheres, ou 50 ml , 2 vezes ao dia.
Fazer escalda-pés, com água morna, durante 30 minutos. Isto alivia a dor da coluna. Esfriando a água colocar mais água quente.
Corticeira: ferver durante 15 minutos, 3 pedaços médios de casca de corticeira, em 1 litro de água. Tomar 1 xícara, 3 vezes ao dia.
Corticeira, raiz de funcho, folhas de avenca: ferver 4 pedacinhos de casca de corticeira, 1 raiz de funcho e varias folhas de avenca, em 1 litro de água. Tomar 1 xícara, 2 vezes ao dia.
Doença da Gota (inflamação nas juntas e tornozelos):
Manteiga e vinho: Aquecer 1 xícara de manteiga sem sal. Juntar 1 xícara de vinho. Ferver durante 10 minutos. Deixar esfriare depois, passar no local dolorido, massageando levemente.
Óleo de capivara: Misturar álcool canforado com óleo de capivara. Passar no local dolorido, esfregando-o levemente.
Chapéu de couro: Colocar 3 folhas em 1 litro de cachaça. Deixar em infusão durante 15 dias. Tomar uma colher de manhã e a noite, em meio copo de água. Ou ferver um pedacinho da folha durante 5 minutos, em 1 xícara de água. Tomar 1 xícara de manhã e 1 a tarde.
Samambaia: ferver um punhado de folhas de samambaia em água e sal. Ensopar uma toalha e colocar no local dolorido, enrolando, por cima, outra toalha seca. Fazer isto em dias alternados, 1 sim e o outro não.
Enxaqueca:
Pétalas de rosa: ferver durante 2 minutos, 4 pétalas de rosa, de preferência branca, em 1 xícara de água. Tomar 2 xícaras por dia ou quando for necessário.
Cebola e Açúcar: Caramelar 1 xícara de açúcar. Juntar uma cebola ralada, 4 colheres de água. Cozinhar durante 5 minutos. Tomar 1 colher, 3 vezes ao dia.
Casca de Laranja: Mastigar, durante o dia, casca de laranja, por 6 dias seguidos.
Ovo e Pimenta: Aquecer 1 ovo, durante 3 minutos; quebrar-lhe a ponta e juntar 3 grãos de pimenta bem moída. Tomar de uma só vez.
Café e Limão: 1 xícara de café preto, bem quente, adoçado. Juntar uma colher de suco de limão ou de laranja. Tomar em goles. Repetir se for necessário .
Semente de aveia: Dormir com travesseiro de sementes de aveia.
Orientações Gerais:
1) - Quando recolher as plantas ou ervas?
Para secar e guardar, as ervas devem ser colhidas, a partir das 9 horas da manhã, para não ficarem úmidas com o orvalho.
Deixá-las secar bem, guardar em vidros bem fechados e rotulá-las, indicando o que contêm, para que servem e como usá-las.
2) - Que folhas juntar?
Escolher sempre as folhas mais "velhas". Não usar folhas com bolor ou com aparência duvidosa.
3) - Como proceder?
Recolher as ervas e cobrí-las, para secar, em lugar bem limpo e ventilado, na sombra, pode ser sobre uma mesa.
4) - Como preparar o chá?
Somente algumas plantas são fervidas, as que tem folhas secas e caules duro. O tempo de fervura varia de 5 a 30 minutos. As folhas macias, finas e verdes não devem ser fervidas. Coloca-se água fervente sobre elas, tampa-se e deixa-se em descanso por 15 minutos. Depois o chá pode ser tomado, conforme a receita.
Medicina Popular




REMEDIOS PARA AS CONTIPAÇÕES

Chá de poejos secos, muito quente, adoçado com mel.

Leite quente, com aguardente.

Malvas

Para curar infecções.

Alfavaca-de-cobra

Para inchaços, infecções e arranhões.

Perpétua roxa e flor de saburgo

Para curar constipações.

Linhaça, pés de cerejas pretas e barba de milho

Para problemas urinários.

Pampinela, trevo bravo e chá de murta e trevo bravo

Para problemas intestinais.

Erva das sete linhas

Para infecções, entre outros problemas.

Casca de cebola

Para problemas de garganta (rouquidão, inflamações).

Alho e pepinos de São Roberto

Para problemas de reumatismo.

Flor de laranjeira

Para os nervos.

Folha de medronheiro

Para problemas cardiovasculares.

Folha de oliveira

Para problemas de tensão.

Erva da tintura

Para curar feridas e arranhões.

Folha de nogueira

Para tratar inflamações.

Hortelã pimenta e chá de hortelã

Para matar lombrigas.

Chá de erva de São Roberto

Para doenças cancerosas e para eliminar gorduras.

Chá príncipe e chá de erva cidreira

Para a boa disposição.

Chá de limão

Para gripes e constipações.

TÓNICO CAPILAR

A salsa fresca é um óptimo tónico capilar. Dá um brilho muito forte ao cabelo, revigora-o e ajuda-o a crescer. Faça uma papa de salsa fresca esmigalhando-a fortemente, junte um pouco de água e cubra com este preparado todo o cabelo durante uma boa meia-hora. Lave só com água tépida e abundante.

AFTAS E INFLAMAÇÃO NAS GOELAS

Em caso da afta ser na língua passá-la por uma parede caiada é a solução do problema. Para a inflamação das goelas estão indicados os gargarejos com salva; e internamente chás de malvaísco, cachapeiro ou raiz doce.

CALOS

A maneira mais segura de retirar por inteiro os calos dos pés é a seguinte: Colocar numa bacia uma parte de vinagre e duas partes de água quente. Pousar os pés de molho durante mais ou menos 15 minutos. Os calos caem por si, basta puxá-los com a unha. Se ao fim do tempo não saírem, juntar mais água quente e prolongar o tempo por mais outros 15 minutos

CHÁ DAS BRASAS

Põe-se açúcar numa caneca, põem-se umas brasas em cima do açúcar, aguarda-se uns monentos e depois
põe-se água a ferver dentro da caneca.
Tapa-se e espera-se uns instantes. Depois passa-se por um pano, para eliminar as impurezas, e está pronto a servir.
É recomendado para a rouquidão e constipações.

PARA A DOR DE DENTES

Um cigarro de orégãos, alivia, diz-se, a dor de dentes.
Fuma-se e mantém-se o fumo na boca, por uns momentos.

GASES

Em caso de ataque agudo, o doente deve tomar leite com funcho, aplicar sobre o ventre cataplasmas de água com vinagre (uma parte de vinagre para duas de água) que devem ser mudadas de quarto em quarto de hora. Uma mistura de chás indicada para os gases é, por exemplo, três partes de camomila, igual número de partes de hortelã, duas partes de erva dos gatos e uma parte de acro, preparando-se o chá com uma colher desta dose, para uma chávena de água a ferver, deixando abrir durante algumas horas e tomando três a quatro chávenas de chá por dia; ou uma mistura em partes iguais de funcho, hortelã, mil em rama e centáurea. Neste caso tomar uma meia chávena antes de cada refeição.

REMÉDIOS PARA CARDÍACOS

Chá de folhas de oliveira, feito com nove folhas secas e bebido em jejum.

Cha de casca de laranja, pode ser tomado a qualquer hora.

PARA FEBRES E DORES NO CORPO

Quem tiver febre e dores no corpo deve esfregar a espinha dorsal, o bucho das
pernas e os braços com uma receita de vinagre e mostarda.
Ferve-se a mostarda em grão com o vinagre e está pronta a utilizar.

PARA O CATARRAL

Diz-se que «Quem comer laranja antes do Natal, livra-se dum catarral».


Alergia a desodorizantes

No duche da manha meter sumo de limão nas axilas.

Cabelos, Crescer

Minoxidil : faz crescer os cabelos, com franca resistência, voltam a cair se o
deixar de usar.

Implante de cabelo : O mais certo, pode ficar entre 100 a 200 contos.


Cabelos, Queda

Ferver urtigas, e lavar o cabelo, e usar sabão azul.
ou
Metade (meio) Álcool, cânfora (nas farmácias) +4, juntar no frasco os 2,
e usar em algodão.

Cabelos Espigados

Frasco pequeno de maionese tira 6 ou 7 colheres, 2 colheres de óleo de coco,
amêndoas doces,... usar no cabelo durante 1, 2 horas, ... , (touca e toalha)
tirar com champo primeiro!!!

Diarreia

Chá de trevo de rabo de gato ou pícaros (parte mais fina) de roseira brava,
5 dentro de agua e beber.

Insónias

Chá de folhas de alface.

Friesas

Corta-se, cose-se o nabo mete-se em cima das friesas,
embrulha a mão num pano e saco plástico.
ou
Meio limão, aquece-se e esfrega-se nas friesas.

Tose convulsa

Folha da piteira da índia, colhe-se uma folha das grandes, corta-se
ao meio , pendura-se por um cordel com um prato de baixo, ao caldo
junta-se mel ou açúcar (amarelo).

Rouquidão

Bate-se uma clara em castelo batida com açúcar branco (ficar em merengue),
juntar sumo de 1 limão, vai-se tomando.

Azia

Comer 3 amêndoas, daquelas com pele, e mastigar muito bem.

Soluços

7 golos água / Soluços / Conter a respiração.

Rugas da cara

Amaciar a cara e as mãos.
no campo e apanha urtigas que picam menos, apanhar bastantes, lava-as que quiser
tacho com agua muito quente, ou leva ao lume e deita a agua fora por causa do
p¢ do campo, o tacho com muito , muito pouca agua, depois fazer um creme com a
varinha magica, passa-se muito bem passado.
Por um algodão!!! nos olhos e meter na cara durante 2 horas.

Unhas quebradiças

Algodão e óleo de amêndoas doces, utilizar na unha principalmente junto ao sabogo

Chá - Limão, Flor de anis(pecadinho madeira), Canela, e Cardamo (3 4 grãos)

Atenção
:
As plantas aqui ireferidas, apenas se indicam para recordar o que os nossos avós usavam antigamente com grande sabedoria, para cura de algumas maleitas.
Porque se forem usadas em chás ou infusões algumas são inofensivas em pequenas, mas em doses elevadas são veneno porque contém alcalóides ( diversos produtos químicos ) e tomadas internamente podem ser prejudiciais à saúde.
tags:

by pdivulg às 07:42
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Galeriacores1 a 7 de Março de 2007 às 11:54
Realmente é extraordinário todo esse vasto conhecimento sobre os remédios caseiros que os nossos antepassados tinham. O que é curioso é o facto de muitas dessas receitas já estarem publicadas em livros e julgo saber também que, actualmente, na Amazónia, por exemplo, muitos estudiosos em medicina (professores catedráticos e cientistas) de todo o mundo tem ido até lá para pesquisar os remédios caseiros dos nativos. Esses remédios, dizem eles, são tão eficazes que muitos deles já estão sendo comercializados nas farmácias em todo o mundo. Agora pergunta-se, como é possível que esses nativos da Amazónia, ignorantes e sem contactos com o mundo civilizado tivessem esses conhecimentos? Não há dúvida que tudo isso é um mistério por desvendar e julgo que o pior que o mundo ocidental pode fazer em relação a tudo isso seria menosprezar esses mesmos conhecimentos.


De Nylda a 7 de Março de 2007 às 23:36
Olá Paulo...
Realmente é extraordinário o que os nossos antepassados sabiam sobre a mãe natureza. Parabéns pelo post.

Sei que estou em falta. Já devia ter passado
por aqui a mais tempo para agradecer o voto no Concurso
do Blog Clube da Melhor Idade. Infelizmente não foi possível
passar antes. Hoje estou aqui para agradecer o voto...Obrigada.
Sem o teu voto e o de todos os amigos/as, não teria a alegria
e felicidade de ter ficado em 1º lugar.
Fiz um presentes para todos e ficaria muito feliz se fosses buscar para colocar no teu lindo blog.
Bom fim de semana, com tudo de bom.
Beijos e um sorriso.


De sem discussao a 8 de Março de 2007 às 20:28
Excelente este post.
De extrema utilidade.Eu vou fazer um copypaste :)
estas informações são mt uteis :)
Obrigada :)**


De danyella a 9 de Junho de 2014 às 21:46
eu queria eu queria uma receita boa para remédio abortivo que dê certo eu não fosse errado dá certo mesmo e tomás e deser ela veio no o dia 13 de abril menstruação e até agora mais nãdá já tomei canela cravo nos mocato café com sal e quina pau temente e nada


Comentar post

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=> Anedota da Páscoa

=>arquivos

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

blogs SAPO

=>subscrever feeds