=>Carpe diem quam minimum credula postero

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2007

Tertúlia mas não cor de rosa

Uma vez por mês, costumo reunir-me com um grupo de casais amigos em casa de uns e de outros, e em torno de um chá debatemos alguns temas informalmente. Poderemos chamar-lhes de “tertúlias da vida”. Geralmente temáticas em torno da família, da vida, de religião, etc... Temos em comum a Fé em Jesus.

 

 No passado domingo estivemos todos em minha casa, e falamos de vocação/profissão. De entre várias coisas concluímos que hoje na sociedade, poucos são aqueles que dão do seu tempo de forma gratuita por uma causa seja ela comunitária ou religiosa. As pessoas tem incutidas uma necessidade de contrapartidas para motivá-las ou desafiá-las a executar tarefas. Muitas das vezes esse motivo é o dinheiro, outras poderá ser “dar para receber mais tarde”.  O conceito do voluntário gratuito está remetido para um grupo cada vez mais restrito.

 

 Será que uma sociedade resiste sem voluntariado? Sem aquele conceito do fazer apenas pelos outros? Será que só as grandes causas movem as multidões? No campo religioso as pessoas não sentindo essas contrapartidas afastam-se? Onde está o falho? Apenas mudanças dos tempos, então temos de inovar. Remodelar para não desaparecer, modernizar para ser adaptado ás linguagens de hoje...

tags:

by pdivulg às 00:55
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Secreta a 28 de Fevereiro de 2007 às 08:30
"Remodelar para não desaparecer, modernizar para ser adaptado ás linguagens de hoje..." talvez seja de facto a solução , mas , o maior problema , a meu ver , é falta de vontade e de bondade nas pessoas.
Beijito.


De pdivulg a 1 de Março de 2007 às 08:26
Principalmente por aqueles que tem poder...


De sem-discussao a 28 de Fevereiro de 2007 às 12:11
Essa idéia de se juntarem em casa de amigos para se debater assuntos, é excelente.
Agora tb penso que as pessoas não precisam de estar inseridas em comunidades ou religiões para fazer voluntariado ou caridade.
Eu fui sócia de uma associação de caridade uns 3 anos, escuteira catolica, etc. Fazia voluntariado sim...mas, penso que não era o suficiente.
Agora não estou inserida em nenhuma associação e faço caridade. No final do ano, fiz pelas cáritas.
:) **


De Galeriacores1 a 28 de Fevereiro de 2007 às 12:37
Hoje em dia realmente não é fácil. De uma forma geral quanto mais desenvolvida for a sociedade menos pessoas aparecem para fazer seja o que for em termos de voluntariado.


De Verpara crer a 1 de Março de 2007 às 16:30
Anda tudo atrás do efémero e material. Por isso não há tempo para os outros.


Comentar post

=>A Foto do dia

=>postas recentes

=> Mudança dos tempos

=> Ponto final

=> 95 Primaveras

=> Festa da Fé_Leiria 2010

=> Coleccionando flores....

=> Passatempo

=> Para onde vais Portugal

=> Os tempos mudam

=> O CÚMULO DA IRONIA .........

=> Anedota da Páscoa

=>arquivos

=> Outubro 2010

=> Julho 2010

=> Maio 2010

=> Dezembro 2009

=> Outubro 2009

=> Abril 2009

=> Fevereiro 2009

=> Janeiro 2009

=> Dezembro 2008

=> Novembro 2008

=> Outubro 2008

=> Maio 2008

=> Abril 2008

=> Março 2008

=> Fevereiro 2008

=> Janeiro 2008

=> Dezembro 2007

=> Novembro 2007

=> Outubro 2007

=> Setembro 2007

=> Julho 2007

=> Junho 2007

=> Maio 2007

=> Abril 2007

=> Março 2007

=> Fevereiro 2007

=> Janeiro 2007

=> Dezembro 2006

=> Novembro 2006

=> Outubro 2006

=> Setembro 2006

=> Março 2006

=>pesquisar

 

=>Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


=>A passagem do dia

=>A citação

=>Escreva-me: pdivulg@sapo.pt

=>O Tempo por cá

=>Fases da lua


moon phases
 

=>Contador

=>mais sobre mim


=> Perfil

=> seguir perfil

. 6 seguidores

=>tags

=> todas as tags

=>O meu selo

PDivulg

SAPO Blogs

=>subscrever feeds